Entenda o que é placa de vídeo de notebook e sua importância

A placa de vídeo de notebook é muito importante para a boa performance do equipamento. Contudo, muitos usuários, em especial os leigos, não dão a devida importância para ela.

No entanto, é essencial que você entenda aqui o quanto ela é essencial. Afinal, ela altera de forma significativa a sua experiência de usabilidade.

Sendo assim, hoje vamos falar mais sobre a placa de vídeo, explicando do que ela se trata, a sua importância e a algumas dicas de como escolher. Vem com a gente e confira!

O que é a placa de vídeo de notebook?

A placa de vídeo pode ser conceituada facilmente como um componente de hardware e que se faz presente nos notebooks e até mesmo em aparelhos desktops.

Dessa maneira, o seu principal objetivo é garantir que as imagens apareçam da melhor maneira possível na tela do seu equipamento.

Isso porque, ela é responsável por fazer o processamento dos dados, coordenando como será realizado a exibição deles e, a partir daí, transmitindo a informação para o monitor.

Então, além dessa importância e tanto que ela tem, a placa de vídeo ainda estabelece a velocidade da criação das imagens, bem como o desempenho gráfico do notebook.

Logo, a depender do objetivo e da necessidade de uso, é crucial saber qual é o tipo de peça que precisa ser valorizada.

Placa de vídeo e GPU é a mesma coisa?

Sim, estamos falando da mesma coisa, pois a placa de vídeo tende a ser chamada comumente de GPU também, sigla que significa graphics processing unit.

Por consequência, fazendo a tradução para o português, ela quer dizer “Unidade de Processamento Gráfico”.

Contudo, vale citar que o GPU é mais um chip gráfico, responsável por fazer a renderização das imagens.

Qual a importância dela?

Após entender o conceito, você deve estar se questionando: mas afinal, qual é a importância da placa de vídeo de notebook?

Assim, a placa de vídeo tem como objetivo mostrar as imagens na tela do seu equipamento. Possibilitando que isso seja feito da melhor maneira possível e sem prejudicar a utilização.

Desse modo, suponhamos que você trabalha como designer gráfico, por exemplo, a placa de vídeo precisa ser muito boa para esse objetivo.

Ora, ela vai rodar as imagens dos jogos e dos softwares de edição gráficas, necessitando assim de ter uma boa performance.

Isso acontece porque quanto melhor for a sua placa de vídeo, melhor vai ser a velocidade com que as imagens são geradas também e melhor serão essas imagens.

Como escolher a placa de vídeo?

Hoje existem dois tipos de placas de vídeos. Logo, cada uma delas possui as suas especificações e características. Entenda então como escolher entre elas!

Placa de vídeo dedicada

Na hora de comprar o seu notebook você pode ter se deparado com o termo “placa de vídeo dedicada”. Contudo, você sabe o que isso significa?

Então, é bem simples: a placa de vídeo quando é dedicada, ela não é acoplada junto a placa mãe.

Dessa maneira, ela conta com uma memória própria de vídeo. Logo, isso faz com que você não precise ter que dividir a memória RAM com o processador do notebook.

Portanto, a placa de vídeo dedicada tende a apresentar uma excelente performance, com um desempenho incrível quando se fala em processamento de imagens.

Sendo assim, é uma placa mais pesada e por isso gasta mais energia também. Por resultado, gera mais calor no uso do notebook.

Entretanto, boa parte das placas de vídeos dedicadas contam com um cooler próprio para que a temperatura do equipamento se mantenha nos níveis certos.

Logo, se você trabalha com designer ou quer um notebook para jogar, a placa de vídeo dedicada é ideal para você e vai satisfazer muito bem às suas necessidades.

Placa de vídeo integrada

Por fim, você tem a placa de vídeo de notebook integrada. Normalmente, ela é a mais comum e está presente em boa parte dos equipamentos.

Desse modo, ela é desenvolvida juntamente do processador do notebook, ao contrário da dedicada.

Por esse motivo, é uma peça bem menor e que divide a sua memória com o restante do equipamento.

Portanto, a placa de vídeo integrada gasta menos energia. Porém, como resultado, tem uma performance muito menor que a placa dedicada.

Logo, se você busca um notebook para realizar tarefas mais simples, como estudar, por exemplo, e não requer um bom desempenho gráfico, ela é a peça indicada.

Conclusão

A placa de vídeo de notebook é uma peça essencial. Isso porque, ela define a performance do equipamento, uma vez que tem relação direta com o processamento das imagens gráficas.

Sendo assim, quem trabalha profissional com o notebook, seja como designer, edição de fotos ou construção de projetos no AutoCad, precisa de uma placa dedicada.

No entanto, se o uso é para editar textos, digitar ou estudar, por exemplo, a placa de vídeo integrada já é de bom tamanho.

Leia também: MELHORES MONITORES PARA GAMER – 5 OPÇÕES!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.